Perguntas frequentes | Caminheiros da Luz

Perguntas frequentes

O que é o Espiritismo?

O Espiritismo é uma ciência filosófica de consequências morais. Como ciência, investiga os factos espíritas. Como filosofia explica-os. Como religião, dá-nos um roteiro moral para as nossas vidas. Pode-se definir como sendo a ciência que estuda a origem, natureza e destino dos espíritos, bem como as relações existentes entre o mundo espiritual e o mundo corpóreo. O espiritismo (ou doutrina espírita) foi codificado por Hippolyte Léon Denizard Rivail (Lyon, França, 1804 – Paris, 1869), professor, pedagogo e escritor francês. Sob o pseudónimo de Allan Kardec, escreveu “O Livro dos Espíritos” que contêm os princípios fundamentais do Espiritismo:   – Existência de Deus      – Imortalidade da alma (ninguém morre, apenas deixamos o corpo físico)       – Comunicabilidade dos espíritos (através da mediunidade – capacidade que algumas pessoas têm de comunicar com o mundo dos espíritos)       – Reencarnação; Lei de causa e efeito; Pluralidade dos mundos habitados. O Espiritismo revela novos conceitos sobre a vida, dando resposta ás perguntas: o que somos, de onde vimos e para onde vamos. É um conjunto de princípios revelados pelos espíritos superiores, que compõem os “fundamentos de uma filosofia racional, isenta de preconceitos do espírito de sistema.” (Allan Kardec, Prolegômenos, L.E.) A doutrina espírita, ou espiritismo, baseia-se em factos e não foi criação de um homem: é resultado de anos e anos de estudo metódico. Hoje, percebe-se que tem muito para dar à humanidade.

O que são os centros espíritas?

-São núcleos de estudo, de fraternidade, de oração e de trabalho voluntário, dentro dos princípios espíritas; -São escolas de formação espiritual e moral.

O que são médiuns?

-O Médium é um mediador entre o plano físico e o espiritual. A mediunidade não é um dom e sim mais um sentido adquirido. As manifestações mediúnicas não dependem da inteligência, e/ou das qualidades morais do médium, mas a sua conduta influencia o carácter das comunicações. As comunicações ostensivas realizam-se por meio da escrita, da palavra ou de outras manifestações materiais, conforme a faculdade do médium. O médium é dotado de possibilidades neuropsiquicas especiais que lhe estendem os sentidos, sendo que toda a percepção é mental – não está localizada nos olhos ou nos ouvidos: quem vê e ouve é a mente ou a alma. Ser médium é diferente de ser espírita, pois todos de alguma forma são médiuns mas só quem pratica o espiritismo é espírita.